Desabilitar carregamento

Feijão transgênico brasileiro espera por normas de segurança

Notícias 1 de abril de 2013

SÃO PAULO – O feijão geneticamente modificado pela Embrapa, que será a primeira semente transgênica desenvolvida no Brasil e o primeiro feijão transgênico do mundo, espera por …

O feijão geneticamente modificado pela Embrapa, que será a primeira semente transgênica desenvolvida no Brasil e o primeiro feijão transgênico do mundo, espera por mais testes e pela confirmação de normas de segurança antes de ser distribuído ao mercado nacional, segundo a gerente-geral interina da Embrapa Produtos e Mercados, Soraya Araújo. “Temos que seguir uma série de normativas de segurança”.

Ela confirmou que a previsão é que somente em 2015 o sistema de produção estará fechado, com padrão de qualidade garantido. Por enquanto, a Embrapa busca estruturar o sistema de segmentação e identificação da semente. A comercialização do feijão transgênico já foi aprovada pela Comissão Técnica Nacional de Biossegurança (CTNBio) há dois anos.

A semente da Embrapa é resistente ao mosaico dourado, uma doença causada por um geminivírus transmitido pela mosca branca e que provoca o amarelecimento das folhas, nanismo, deformação das vagens e grãos e abortamento das flores. Uma plantação acometida pela doença tem perdas de 40% a 100%.

Segundo levantamento da Embrapa, outro produto que ainda está em desenvolvimento, também pela ela, é a alface transgênica, que teria mais ácido fólico em suas folhagens. Porém, essa hortaliça ainda não passou pela avaliação da CTNBio.

 

DCI (Online) – SÃO PAULO – (SP) – 01/04/2013