Desabilitar carregamento

Soja transgênica ocupa 90% da área plantada

Notícias 27 de março de 2013

PORTO ALEGRE

 

Novo levantamento realizado pelo Instituto de Pesquisas Agroeconômicas Safras&Mercado sobre a evolução da transgenia na soja cultivada no Brasil voltou a mostrar avanço significativo na safra 2012/2013, confirmando a tendência estabelecida desde a liberação oficial, em 2005.

Pelo levantamento, a área semeada com variedades transgênicas alcançou 90% da área total na safra2012/2013 de soja no Brasil, ou 24,97 milhões de hectares. Este total é 15% superior aos 21,65 milhões de hectares cultivados na safra anterior, cuja representatividade foi revisada para 86%.

Na avaliação do analista da Safras, Flávio França Júnior, os argumentos que pesaram a favor dessa evolução foram: facilidade dos tratos culturais, menor custo de produção, maior disponibilidade de variedades adaptadas, maior oferta de sementes precoces, elevação do padrão médio de produtividade obtido e melhora do nível de aceitação do mercado consumidor.

“Por outro lado, tivemos limitações importantes a esse avanço, como: o vaivém jurídico a respeito da cobrança dos royalties pela detentora da tecnologia, a confirmação de ágio no preço da soja convencional, o aumento dos preços dos herbicidas, o aumento da resistência de ervas daninhas ao glifosato e por campanha institucional visando ao aumento da pesquisa e da utilização de variedades convencionais”, e numerou o analista.

Em termos estaduais o avanço foi generalizado, com destaques ao incremento de 15% em São Paulo, 10% na região do Matopiba (Mato Grosso, Tocantins, Piauí e Bahia), 9% no Mato Grosso do Sul e 8% em Minas Gerais. Na liderança no nível de utilização, estão Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Mato Grosso do Sul, com 99% da área, São Paulo e Paraná, com 95%, e Goiás, com 92%.

 

Fonte: DCI – SÃO PAULO – (SP) – 27/03/2013